Museu do Louvre

Museu do Louvre

Tempo de leitura: 5 minutos

Viagem no tempo e no mundo das artes no Museu do Louvre.

Visitar o Museu do Louvre é como entrar num livro de História ou se preferir é como viajar numa máquina do tempo onde você presenciará acontecimentos desde a pré-historia até 1848, ano que terminará a sua viagem por este fabuloso museu.

Primeiro museu aberto ao grande público na França, em 18 de novembro de 1793, o Louvre pelo seu gigantismo e por sua missão de ensinar, educar e mostrar ao mundo, a História da Arte é hoje a principal atração cultural de Paris, com uma média de frequentação de 8 a 9 milhões de visitantes ao ano.

A intenção deste site além tentar organizar sua próxima visita de uma forma coerente, é também tentar abrir a mente e o coração, daqueles que ainda tem receios de botar os pés, dentro de um museu, ou por se achar desentendido em arte ou simplesmente por achar que vai perder tempo com coisas desinteressantes para ver. Mas, ao contrário disso, meu objetivo é despertar o seu interesse pela arte, pela arquitetura, pela história das civilizações, partindo para descoberta de um universo artístico, pouco conhecido, ensinado ou mostrado no Brasil.

Você pode sim entrar no Museu do Louvre, sem problemas, com seu olhar ingênuo, descompromissado, sem pré-julgamentos e verá que este museu, não é nenhum bicho papão. Com certeza valerá cada segundo tomado do seu precioso tempo.

Organização da visita.

Neste site vou contar histórias do museu, fazer comentários, análises e interpretações de algumas obras, e assim quando tiver a oportunidade de ir ao Louvre, você estará bem preparado, e por dentro de muitas coisas com relação ao que vai encontrar e louco para ver de perto, ao vivo, e em cores (quando houver cores), obras raríssimas, de altíssimas preciosidades, e importantes para o entendimento do nosso passado, e que até poderá nos ajudar a viver num futuro melhor.

Se no dia da sua visita, não tiver contratado um guia conferencista (eu, por exemplo) para acompanhá-lo, aconselho que estude algumas obras do seu interesse, antes de embarcar nessa louca viagem do tempo.

Para isso, anote em algum ludar, os nomes das obras em francês, e se possível em que ala do Louvre, elas se encontram: Sully, Denon ou Richelieu. De posse dessas informações, trace seu percurso de forma a ganhar tempo, e não ficar dando voltas de bobeira, e descobrir mais tarde, que a obra que estava procurando, está a 2 a 3 km, de onde você se encontra.

Museu do Louvre

Brasil S.O.S ! 

Brasileiros que visitam o Louvre, sem estudar e nenhuma noção do que foram ver, (exceção da Mona Lisa), quando cruzam comigo e percebem que sou um guia brasileiro, me enchem de perguntas, algumas bem fáceis de responder, e outras menos:

Estou perdido, o Sr. sabe me dizer onde está a Mona Lisa? 

Museu do Louvre
Mona Lisa, de Leonardo da Vinci

R: Sei sim, mas os senhores terão que andar bastante, pois estamos na ala Richelieu,  e ela se encontra na ala Denon, lado oposto daqui.

Você sabe me dizer onde está aquela estátua da mulher sem os braços?

Museu do Louvre
Vênus de Milo

R: A Vênus de Milo, se encontra logo após a Sala das Cariátides, (pelo olhar parece que falei grego). E o que leva a uma 2° pergunta: Onde fica a Sala das Cariátides?

Estou procurando a Pedra de Roseta, o Sr. poderia me dizer onde está?

Pedra de Roseta, Museu Britânico

R: Claro, sem problemas, em Londres, no Museu Britânico!

Moço, você sabe me dizer onde é o banheiro? 

R: Rapaz, espero que não esteja muito apertada, pois está longe pacas! Vai ter que voltar tudo.

Moço ! Posso entrar no grupo, gostaria de saber mais sobre as obras?

Museu do Louvre

R: Seria uma prazer, mas essa visita é privativa, e estou no final. Mas fique com meu cartão para próxima vez, ok?

Eu só vim ver as múmias, onde elas estão, por enquanto só vi uma? 

Museu do Louvre
Múmia de Homem, Louvre

R: Múmias de aninais tem várias, mas de pessoa, só tem uma mesmo!

Moço, pelo amor de Deus, cadê a saída?

Museu do Louvre
Siga-me

R: Deu sorte, tô saindo! Me siga!

E com essas sábias e salvadoras respostas, eu me torno todos quase os dias um “santo Guia”, do Museu do Louvre.

Números:

Em 2017, de um total de 554.850 obras, 95.000 aproximadamente estão emprestadas para outros museus, 425.000 se encontram nos depósitos reservas ou em restaurações. E atualmente expostas no Museu do Louvre de Paris, não ultrapassa 35.000 obras.

Obras essas distribuídos em três alas, Denon, Sully e Richelieu, 8 departamentos, 403 salas, 14 km de galerias, numa área de 73.000 m², de um total de 360.000 m².

Para se ver todas as 35.000 obras, ficando 1 minuto em frente de cada, seria necessário passar ao menos 25 dias, direto dentro do Museu. Missão impossível !

Antigo balanço de 2014, dos números de obras em cada departamento:

Antiguidades Egípcias: 66.300

Antiguidades do Próximo Oriente: 137.628

Antiguidades Gregas, Etruscas e Romanas: 68.362

Artes do Islã: 15.311

Pinturas: 12.660

Esculturas: 6.115

Objetos de Arte: 23.405

Artes Gráficas:122.212 + 86.858 (Coleção Rothschild) + 14.647 (Calcografias).

Fonte: Museu do Louvre

Interessado em visitar o Louvre

Clique em:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *