As Três Graças

As Três Graças

3 minutos As Três Graças ou Cárites, são as deusas da beleza na mitologia grega, representadas nuas, em pé, e graciosamente abraçadas. Geralmente a jovem do centro, sempre aparece de costas para o expectador. Charles-André Van Loo (1763) – Museu de Los AngelesAntonio Canova (1813-1816) – Museu Hermitage Antonio Canova (1815-1817) – Museu Victoria e Albert Seguindo o estilo neoclássico do momento em Paris, Pradier e copiando como Canova também preferiu colocá-las viradas para frente, conferindo assim ao grupo, muita sensualidade e elegância. Uma Continue lendo

Milon de Crotone

Milon de Crotone

3 minutos Departamento de esculturas. França séculos XVII e XVIII. Altura: 2,70 m ; Largura: 1,40 ; Comprimento: 0,80 m. Ala Richelieu / Cour Puget / Nível entressolo / Sala 105. Milon de Crotone foi uma escultura encomendada a Pierre Puget (1620-1695) pelo rei Luís XIV (164-1715) para decorar a ala central do Jardins de Versalhes. Realizado entre 1671 e 1682, com três blocos de mármore de carrara cedido pelo 1° ministro do rei, Jean-Baptiste Colbert (1619-1683). Puget foi um dos maiores representantes da Continue lendo

Sarcófago dos esposos de Cerveteri

Sarcófago dos esposos de Cerveteri

3 minutos Departamento de Antiguidade Gregas, Etruscas e Romanas. Arte Etrusca do século IX ao século I a.C. Altura: 1,11 metros ; Comprimento: 1,94 metros; Largura: 0,69 m. Ala Denon, nível térreo, sala 420. O Sarcófago dos Esposos de Cerveteri (em terracota) foi encontrado em 1845 pelo grande colecionador de obras antigas, o marquês Giampietro Campana (1809-1880), na necrópole da Banditaccia em Cerveteri, o antigo Care. Cidade etrusca mais próspera e a mais densamente povoada, localizada a 40 quilômetros ao norte de Roma. Gravura Continue lendo

Quatro cativos ou Quatro nações derrotadas

Quatro cativos ou Quatro nações derrotadas

4 minutos Departamento de Esculturas da França,  séculos XVII e XVIII. Altura: 2,20 m ; Largura: 2 m; Profundidade: 1,70 m. Ala Richelieu, entressolo, pátio Purget (cours Puget), sala 105. Em 1678, após seis anos de guerra, a paz de Nimega foi assinada entre a França e os países derrotados: Espanha, Holanda, Sacro Império Romano-Germânico e Brandeburgo (parte da Alemanha atual). Um nobre cortesão francês, marechal da França, duque de Feuillade, François III d’Aubussone (1631-1691), teve a brilhante e dispendiosa idéia de homenagear o Continue lendo

“La Crucifixion” – Análise iconográfica da obra de Mantegna

“La Crucifixion” – Análise iconográfica da obra de Mantegna

15 minutos “La Crucifixion” – Análise iconográfica da obra de Mantegna Departamento de Pinturas Italianas. Ala Denon, nível 1, Grande Galeria, sala 710, 712 e 716. O que é uma análise iconográfica? A iconográfica é uma ferramenta de grande importância para os profissionais da área de conservação, restauração, história da Arte e museologia. Ela reflete os sentimentos, e a personalidade do artista como forma de comunicação por excelência. Para compreendermos a mensagem e o significado de uma obra de arte precisamos mais do que Continue lendo

Punhal de Gebel el-Arak

Punhal de Gebel el-Arak

4 minutos Departamento das Antiguidades Egipcianas. Cabo em marfim (canino de hipopótamo) e Lâmina de sílex (rocha sedimentar silicatada). Ala Sully, nível 1, sala 633, vitrine 1. “Punhal de Gebel el-Arak” ou em francês: “Poignard du Gebel el-Arak”, de 25,50 cm de comprimento foi datada sendo do período pre-dinástico de Nacada II, por volta de 3300 a.C. a 3200 a.C. Foi comprada em 1914, no Cairo, (Egito), pelo arqueólogo francês George Aaron Benedite, (1857-1926), em nome do Museu do Louvre. O vendedor no ato da Continue lendo

A Jovem Mártir de Paul Delaroche

A Jovem Mártir de Paul Delaroche

2 minutos “A Jovem Mártir” ou em francês, “La Jeune Martyre”, é um pintura a óleo, de Paul Delaroche (1797-1856), realizada em 1855. Altura: 1,75 metros ; Largura; 1,48 metros. Departamento de pinturas, ala Denon, sala 700. A  pintura que descrevo hoje rapidamente é impressionantemente bela, mas também um pouco perturbadora. Perturbadora não apenas pelo o título, mas porque há algo real sobre essa jovem Mártir, de Paul Delaroche, pois ao olharmos para obra, parece que ela acabou de morrer. O sentimento evocado é tão forte, Continue lendo

Mulher Velada ou A Fé

Mulher Velada ou A Fé

2 minutos Departamento das Esculturas. Mulher Velada (Femme Voilée) ou A Fé (La Foi), do escultor veneziano, Antonio Corradini (1688-1752) é uma escultura em mármore branco, de uma misteriosa mulher coberta por um véu sobre o rosto, identificada como alegoria da “Fé”. La Foi (ou A Fé), de Corradini. Louvre. Foto Caradec. Corradini escultor barroco do seculo XVIII, brilhava com suas obras de “tecidos de pedra”. Mestre de uma técnica comparável ao grande Michelangelo (1475-1574) e sua famosa “Pietá”. da Basilica de São Pedro, Continue lendo

Grande estátua do chanceler Nakhti

Grande estátua do chanceler Nakhti

3 minutos Departamento das Antiguidades Egipcianas. Altura: 1,78 m ; Largura: 0,49 m; Profundidade: 1,10 m. Ala Sully, nível 1, sala 636, vitrine 8. “Grande estátua do chanceler Nakhti” ou em francês: “Grande statue du chancelier Nakhti” é uma estátua realizada entre 1950 a.C. e 1.900 a.C., a partir de um único um tronco de madeira da acácia, representando o chanceler Nakhti, do início da 12° dinastia do Império Médio do Egito. História: Encontrada em 1903, por uma equipe de arqueólogos franceses que faziam Continue lendo

Estátua de forma humana, a mais antiga do Louvre

Estátua de forma humana, a mais antiga do Louvre

4 minutos Departamento das Antiguidades Orientais. Ala Sully, nível térreo, sala 303, vitrine 8. A Estátua de forma humana (ou estátua Antropomórfica) em gesso, que nos fixa com seus grandes olhos de pupilas pretas, é considerada uma das mais antigas do Oriente Médio, da época Neolítica ou da Pedra Polida, de aproximadamente 7.000 a. C., e até o momento é a mais antiga em exposição no Museu do Louvre. A História: Em 1985, durante a construção de uma auto-estrada que ligava a cidade de Continue lendo